Atelier de Sopro Yamaha

Inauguração

No dia 2 de março de 2009 foi inaugurado, no Itaim Bibi em São Paulo / SP, um refinado atelier que serve de showroom para os mais delicados e diferenciados instrumentos de sopro da marca, além de atender as demandas de manutenção dos mesmos.

Durante o evento de inauguração prestigiaram o local grandes músicos, como Derico, Valmir Gil, Proveta, Raul de Souza, e o jovem talento Caio Mesquita. Fernando Dissenha, trompetista solo da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo e Erik Heimann, saxofonista e assessor artístico do Conservatório de Tatuí, - e que são parceiros da Yamaha - também compareceram ao evento.

Estrutura

Esta é, sem dúvida, a mais preparada oficina de instrumentos de sopro da América Latina. Este espaço está sob a batuta do músico (clarinetista) Luciano Alves técnico em instrumentos de sopro.

Além de dar suporte aos clientes, no local estão expostos alguns instrumentos profissionais da série custom que nunca antes estiveram no País. Os clientes podem experimentar os instrumentos de forma individualizada, em salas com preparação acústica.

Nosso Técnico

LUCIANO ALVES

Luciano Alves é técnico de instrumento de sopro da Yamaha Musical do Brasil. Certificado pela YAMAHA CORPORATION JAPAN e responsável pela realização de treinamentos técnicos para técnicos autorizado da Yamaha musical do Brasil. Atualmente está na função de KEY TECHNICIAN Brasil do projeto amigo para América latina.

Músico clarinetista cursando licenciatura em música pela faculdade Claretiano de São Paulo, teve sua primeira oportunidade de participar de um grande grupo na BANDA SINFONICA JOVEM DO ESTADO DE SÃO PAULO. Foi cabo músico no 6º Batalhão de infantaria leve AEROMÓVEL de CAÇAPAVA – SP. Em 2015 concluiu seu curso de capacitação pelo sopro novo YAMAHA e também, desenvolve trabalho de música de câmara como clarinetista do quinteto de sopros “MADEIRAESSÊNCIA PAULISTA” e BANDA SINFÔNICA PAULISTA.

Durante sua carreira de músico trabalhou como professor em alguns projetos musicais da cidade de São Paulo, paralelo a este trabalho também atuou como técnico de instrumentos de sopro atendendo diversos músicos de São Paulo e região. Nos últimos sete anos, também atendeu a Associação AMIGOS DO PROJETO GURI por meio de credenciamento no polo de São José dos Campos – SP vale do Paraíba.